Breaking news

Foto: 2021 Getty Images

Seleção brasileira feminina de vôlei fica em quarto lugar na VNL e já se prepara para Paris

Com excelente campanha na competição, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial

 

A seleção brasileira feminina de vôlei perdeu para a Polônia por 3 sets a 2, em Bangkok, na Tailândia, no dia 23 de junho, o que a deixou em quarto lugar na Liga das Nações de Vôlei (VNL) e sem um lugar no pódio. Agora a preparação segue no Brasil em prol dos Jogos de Paris, que têm disputas previstas na modalidade entre os dias 27 de julho e 11 de agosto de 2024.

A equipe comandada por Zé Roberto Guimarães somou 13 vitórias e duas derrotas na competição. Com isso, a seleção fez uma histórica campanha invicta na primeira fase, inédita na história na VNL: venceu a dona da casa, Tailândia, nas quartas de final e perdeu para o Japão em um verdadeiro jogaço pela semifinal, que só foi decidido no tie-break.

Com a final da Liga das Nações, o ranking mundial da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) foi atualizado. A Itália, campeã do torneio, assumiu a primeira colocação, e o Brasil ficou na vice-liderança, com uma diferença de 12,69 pontos. Já a Polônia, que venceu a seleção brasileira, se aproximou da Turquia no top 3: são apenas 3,17 pontos entre elas.

RANKING ATUAL DA FIVB:

Itália: 398,18 pontos
Brasil: 385,49
Turquia: 368,56
Polônia: 365,39
Estados Unidos: 349,10
China: 341,89
Japão: 338,35
Holanda: 304,48
Sérvia: 287,93
Canadá:284,75
República Dominicana: 254,58
Alemanha: 218,88
Bélgica: 205,39
Tailândia: 194,91
Porto Rico: 181,90

SELEÇÕES CLASSIFICADAS PARA O VÔLEI FEMININO EM PARIS 2024:

França – país sede
República Dominicana – 1ª do Grupo A do Pré-Olímpico realizado em 2023
Sérvia – 2ª do Grupo A do Pré-Olímpico realizado em 2023
Turquia – 1ª do Grupo B do Pré-Olímpico realizado em 2023
Brasil – 2ª do Grupo B do Pré-Olímpico realizado em 2023
Estados Unidos – 1ª do Grupo C do Pré-Olímpico realizado em 2023
Polônia – 2ª do Grupo C do Pré-Olímpico realizado em 2023
Itália – 1ª colocada do ranking mundial
República Popular da China – 6ª colocada do ranking mundial
Japão – 6ª colocada do ranking mundial
Países Baixos
Quênia

 

veja também